- Publicidade -
13.5 C
Brasília
- Publicidade -

Cresce o número de crianças com peso saudável tentando emagrecer, mostra estudo

Um novo estudo realizado pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, revelou que o número de crianças e adolescentes no Reino Unido tentando emagrecer aumentou de 1997 a 2016.

A marca, no entanto, ultrapassou a quantidade de jovens com sobrepeso e obesidade, o que mostra que parte daqueles com o peso saudável também está fazendo dieta.

Os cientistas chegaram a essa conclusão com base na resposta de 34.235 jovens de 8 a 17 anos que participaram da Pesquisa de Saúde para a Inglaterra, um levantamento que é feito anualmente no país. Perguntaram aos voluntários se eles estavam tentando emagrecer, engordar, ou se não estavam tentando alterar seu peso.

Em 1997, 21,5% dos entrevistados disseram que estavam tentando emagrecer. Vinte anos depois, esse número subiu para 26,5%, mais de um quarto da população jovem. Em um primeiro momento, é possível ver esse dado como algo positivo, já que a obesidade infantil é um problema que afeta o mundo todo. No Reino Unido, por exemplo, uma em cada três crianças está com sobrepeso ou obesidade.

No entanto, os autores acendem um alerta para outro dado encontrado. O número de participantes com o peso adequado para sua idade, mas que tentavam emagrecer, triplicou, indo de 5,3% para 13,6% em duas décadas. Se nos anos 90, a proporção era de 1 jovem em cada 20, em 2016, 1 a cada 7 crianças saudáveis estava tentando emagrecer.

Apesar de o trabalho não ter relatado a motivação desses jovens, o pediatra Mauro Fisberg, membro do Departamento Científico de Nutrologia da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) aponta que isso pode estar relacionado a questões de autoimagem e aceitação.

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo