- Publicidade -
19.5 C
Brasília
- Publicidade -

‘Pacifista’ Biden ordena primeiro ataque militar

O presidente Democrata dos Estados Unidos, Joe Biden, na noite desta quinta-feira (26) autorizou o primeiro ataque militar de seu governo. Segundo a Força Aérea norte-americana, a ordem de bombardeio teve como alvo milícias apoiadas pelo Irã na Síria.

“Esses ataques foram autorizados em resposta aos recentes ataques contra americanos e funcionários da coalizão no Iraque, e às ameaças contínuas a esses funcionários”, disse o porta-voz do Pentágono, John Kirby, em um comunicado.

Kirby disse que os ataques dos EUA destruíram várias instalações localizadas em um ponto de controle de fronteira usado por vários grupos de milícias apoiados pelo Irã. Alguns membros dessas milícias estavam entre os que atacaram a embaixada dos Estados Unidos em Bagdá no ano passado.

A Radio France Internationale (RFI) informou que o ataque promovido por Biden deixou ao menos 17 mortos. Já Observatório Nacional pelos Direitos Humanos na Síria informou que, até o momento, são 22 o número de vítimas.

Joe Biden durante sua campanha criticou duramente a “agressividade” do ex-presidente Donald Trump, porém, o ataque aéreo é a primeira ação bélica dos Estados Unidos nos últimos anos. Trump, por exemplo, não iniciou nenhuma guerra.

O presidente Democrata foi duramente criticado na internet por sua postura incoerente. O nome de Biden chegou a entrar na lista de assuntos mais comentados no Twitter em todo o mundo.

Fonte/Foto: Terça Livre

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo