- Publicidade -
24.5 C
Brasília
- Publicidade -

Pai de bebê internada em UTI com mais de 30 lesões é preso em Anápolis

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (20), o pai da menina de 6 meses que foi levada a hospital de Anápolis, a 55 km de Goiânia,  com mais de 30 lesões pelo corpo. O homem de 27 anos é considerado suspeito de ter causado esses ferimentos na criança, segundo as investigações. Ele está detido preventivamente por lesão corporal grave ou gravíssima.

O homem já havia dito, em depoimento à Polícia Civil, que pode ter machucado a filha “sem querer”. À época que interrogou o pai, a delegada Kênia Duarte contou que ele acredita que pode ter ferido a criança enquanto estava com ela no colo e se abaixou para pegar um celular ou “ao massagear o tórax dela para reanimá-la” antes de ela ser levada ao hospital.

A mãe também foi ouvida pela delegada, mas o conteúdo do depoimento dela não foi divulgado para não atrapalhar as investigações. A mulher estava acompanhando a internação da filha.

A menina está internada há dez dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. Até segunda-feira (17), ela mantinha estado de saúde considerado grave e respirava com ajuda de aparelhos.

Segundo informações da Polícia Civil, além de ser suspeito de causar as lesões na filha, o pedido de prisão preventiva do pai foi feito porque ele é visto por algumas pessoas que prestaram depoimento como “altamente impulsivo e explosivo, em seu âmbito doméstico, cuja liberdade lhes gera temor”.

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo