- Publicidade -
15.5 C
Brasília
- Publicidade -

Mais de 500 ciclistas participaram do Passeio Ciclístico do Detran-DF no Gama, neste domingo (22) – Departamento de Trânsito

(Brasília, 23/5/2022) – Neste domingo (22/5), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal realizou a 8ª Etapa do Circuito de Passeio Ciclístico do Detran-DF nas RA’s, como parte do cronograma de ações do Maio Amarelo 2022.

Apoiado pela Administração Regional do Gama, o evento contou com aproximadamente 500 ciclistas.

Desta vez, o passeio contou com a presença inédita e especial dos participantes do Projeto Deficiente Visual na Trilha (DV na Trilha), que é uma ação social realizada por voluntários e ciclistas de Brasília que decidiram dividir uma de suas maiores paixões, o pedalar, com quem de outra forma não teria como fazê-lo, as pessoas com deficiência visual (DVs). O Detran deu apoio ao grupo realizando o transporte dos participantes e suas bikes até o Gama.

Os ciclistas receberam uma “sacochila” do Detran contendo pulseira refletiva e materiais educativos. Além disso, foi oferecido um café da manhã reforçado e o serviço de manutenção básica de bicicletas, e palestras com a equipe da Diretoria de Educação do Detran.

Passeio Ciclístico

O Circuito Passeio Ciclístico nas RAs é uma iniciativa do Detran-DF, em parceria com as Administrações Regionais, que visa estimular a utilização da bicicleta como meio de transporte, conscientizar sobre a importância do compartilhamento da via e do respeito ao ciclista.

Saiba mais sobre o Projeto DV na Trilha

Os participantes do DV na Trilha se reúnem quinzenalmente, aos sábados, às 9h, no Jardim Botânico. Para tanto, utilizam bicicletas tandem, (bicicletas duplas – para dois ciclistas), na frente vai um condutor, voluntário do projeto, e atrás uma pessoa com deficiência visual (DV).

O objetivo é preparar/capacitar o DV para participar de trilhas, passeios e competições de mountain bike e ciclismo, promovendo uma atividade física ao ar livre, em contato com a natureza, em grupo, possibilitando amplas condições de integração, inclusão social, lazer e melhoria da qualidade de vida.

Caso alguém tenha disponibilidade e a vontade de proporcionar a alegria de pedalar a uma pessoa com deficiência visual, é possível participar como voluntário. Mais informações podem ser obtidas no site http://www.dvnatrilha.com.br/.

Fonte: Detran-DF

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo