- Publicidade -
14.5 C
Brasília
- Publicidade -

Brasília completa 25 anos de respeito à faixa – Departamento de Trânsito

Hábito é motivo de muito orgulho, pois número de mortes por atropelamento nas vias do DF reduziu 81,5% de 1997 para cá

Zélia Ferreira

(Brasília – 1º/4/2022) – O Departamento de Trânsito do Distrito Federal comemorou, na manhã desta sexta-feira (1ª), os 25 anos do respeito à faixa de pedestre com ação educativa realizada em frente ao Shopping Conjunto Nacional. Além de comemorativa, a atividade teve como objetivo relembrar os condutores sobre a preferência de travessia do pedestre e incentivar os pedestres a realizarem a travessia sempre na faixa.

Durante esses 25 anos, o uso correto da faixa de pedestre salvou muitas vidas. Dados registrados pela Gerência de Estatística do Detran apontam uma redução significativa na quantidade de pedestres mortos nos últimos anos. Desde 1997, quando Brasília se consolidou como a capital da travessia segura na faixa, as reduções foram expressivas. Já no primeiro ano, o número de pedestres mortos caiu de 266 (1996) para 202 (1997), representando 24% de redução.

E de lá para cá, tem morrido cada vez menos pedestres nas vias da capital. Apesar da frota de veículos ter triplicado nestes 25 anos, passando de 605 mil veículos (1996) para 1.928.729 veículos (2021), a quantidade de pedestres que perderam a vida no trânsito do DF, em 2021, foi 81,5% menor que em 1996, caindo de 266 para 49 mortes por atropelamento.

Além da significativa redução de mortes por atropelamento, a quantidade dos óbitos que ocorreram em faixa de pedestre representa somente 8% dos casos registrados em 2021. Observando as quantidades, dos 49 pedestres mortos em 2021, quatro deles foram atropelados na faixa e os outros 45 morreram ao atravessar fora dela. Isso mostra que a faixa é, sem sombra de dúvidas, o melhor local para se realizar as travessias, trazendo mais segurança e poupando vidas no trânsito.

Por isso, as campanhas educativas desenvolvidas pelo Departamento atuam em duas frentes de conscientização: uma, voltada aos condutores, destacando a necessidade de respeitar o pedestre na faixa, dando-lhe sempre a preferência; e outra, focada no pedestre, lembrando-o da importância de atravessar sempre na faixa, fazer o sinal de vida e aguardar os veículos pararem para depois entrar na via, segurar as crianças pelo punho, usar roupas claras à noite e não utilizar fones de ouvido ou fazer uso do celular enquanto realizam as travessias.

Mais educação

No sábado (2), os educadores de trânsito estarão no Parque Ecológico da Asa Sul, das 8h às 12h, para orientar a população sobre a importância de se adotar uma postura consciente em relação à faixa de pedestres, tanto por parte de quem faz as travessias quanto dos condutores de veículos, que devem respeitar e se orgulhar dessa conquista do brasiliense.

Fonte: Detran-DF

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo