- Publicidade -
14.5 C
Brasília
- Publicidade -

Ari Cunha, jornalista e colunista, morre em Brasília aos 91 anos

Ele trabalhava no Correio Braziliense desde 1960, jornal que ajudou a fundar quando chegou a Brasília

 

Morreu nesta terça-feira (31/7), aos 91 anos, o jornalista Ari Cunha. Cearense de Mondubim, José de Arimathéa Gomes Cunha nasceu em 22 de julho de 1927. Descobriu a paixão pela escrita ainda criança. Adolescente, começou a trabalhar como revisor da Gazeta de Notícias, de Fortaleza.

Ari Cunha era colunista do Correio Braziliense desde 1960, jornal que ajudou a fundar quando chegou a Brasília. Era titular da coluna “Visto, Lido e Ouvido”.

A causa da morte não foi informada pelos familiares. Também não há detalhes sobre o velório.

Fonte: https://www.metropoles.com/distrito-federal/

#AriCunha #jornalista #falecimento

Nossos respeitos e solidariedade a família e pessoalmente testemunho uma presença marcante da minha infância/adolescência e um radioamador ativo e genial.

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo