Residentes do Base estão em cartilha do Ministério da Saúde

Programa Multiprofissional da ESCS/Fepecs constará em documento que pretende valorizar cursos de pós-graduação

Residentes do Hospital de Base (HB) vão representar a unidade em uma cartilha do Ministério da Saúde (MS). O documento, intitulado Plano de Valorização de Residências Médicas em Saúde, será lançado em março pela pasta federal e conterá informações da prática educativa dos residentes brasileiros em seus locais de trabalho. Os profissionais do HB foram fotografados nesta terça (9) pela equipe do MS.

As imagens são de estudantes do Programa de Residência Multiprofissional em Rede: Terapia Intensiva da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS/Fepecs), da Secretaria de Saúde, no âmbito do HB.

“É uma residência importante, principalmente neste atual cenário de pandemia, em que as UTIs estão sendo protagonistas dentro da saúde pública.”Giselle Antunes, gestora do Programa de Residência da ESCS/Fepecs

Para a gestora do programa, Cibelle Antunes Fernandes, a escolha da residência no cenário do Hospital de Base representa a valorização da pós-graduação dentro do cenário nacional. “Estamos orgulhosos e honrados de poder representar o nosso país enquanto uma residência em saúde em área multiprofissional em terapia intensiva”, afirmou.

O programa de residência multiprofissional conta com residentes do segundo ano de terapia intensiva. “Temos as profissões de enfermagem, farmácia, fisioterapia, nutrição, odontologia e psicologia”, listou Cibelle. “É uma residência importante, principalmente neste atual cenário de pandemia, em que as UTIs estão sendo protagonistas dentro da saúde pública.”

Formada pela Universidade de Brasília (UnB), a fisioterapeuta Vitória Soares, 25 anos, integra o programa de residência que constará na cartilha do Ministério da Saúde. Ela conta que o cenário de prática do Hospital de Base para fazer residência é de grande importância, por ser um local de destaque no tratamento do trauma. “É referência no Brasil inteiro.”

*Com informações do Iges-DF

Fonte:Agência Brasília

Deixe uma resposta