- Publicidade -
14.5 C
Brasília
- Publicidade -

Câmara aprova comissão para acompanhar desaparecimento na Amazônia

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (15) a criação de uma comissão externa para acompanhar, fiscalizar e propor providências sobre o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips, correspondente do jornal britânico The Guardian. Os dois desapareceram no dia 5 de junho em área da reserva indígena do Vale do Javari, a segunda maior do país, com mais de 8,5 milhões de hectares.

A proposta foi apresentada pela deputada Joenia Wapichana (Rede-RR) e outros 12 parlamentares. Segundo a deputada, é imprescindível que a Câmara “se debruce sobre as circunstâncias do desaparecimento do jornalista Dom Philips e do indigenista Bruno Pereira”.

“A razão que leva ao requerimento desta Comissão externa é que o país todo está aguardando providências nossas, do Poder Legislativo, como Parlamentares que juraram prezar pela Constituição Federal. Pessoas estão desaparecida em um território da Amazônia indígena por apurar uma série de denúncias provocada por povos indígenas, por ribeirinhos, por pessoas que moram naquela área”, afirmou a deputada.

Senado

Na segunda-feira (13), o Senado já havia aprovado a criação de uma comissão temporária externa para acompanhar as investigações. O pedido de criação da comissão foi feito pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Segundo ele, a região está entregue a organizações criminosas de garimpo ilegal, de extração ilegal de madeira e também do narcotráfico.

“E são essas organizações criminosas no Vale do Javari, contra as quais Dom Phillips, Bruno Pereira e os povos indígenas lutavam”, argumentou o senador. O grupo será formado por três integrantes da Comissão de Direitos Humanos, três da Comissão de Meio Ambiente e três da Comissão de Constituição e Justiça.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo