- Publicidade -
18 C
Brasília

STF deve votar contra ação de Bolsonaro e a favor de manter medidas restritivas de estados

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) pode negar ação de inconstitucionalidade apresntada pelo presiddente Jair Bolsonaro para derrubar decretos dos governos do doistrito Federal , da Bahia e do Rio Grande do Sul.

Os decretos determinaram restrições de circulação de pessoas diante do aumento expressivo do número de mortes e da transmissão da Covid-19.

Nas palavras de um integrante da Corte, a tendência é que o STF “manterá a decisão que autoriza os governadores” a decretar essas restrições. Nesse sentido, o Supremo vai seguir a jurisprudência no ano passado deu autonomia aos estados e municípios para o enfrentamento da pandemia.

A ação que o presidente Jair Bolsonaro moveu também defende que o Supremo reconheça que, mesmo em casos de necessidade sanitária comprovada, o fechamento de serviços não essenciais não pode ser determinado por decreto, necessitando para tanto de lei específica que passe pelas casas legislativas.

O relator da ação deve ser definido nesta segunda (22) ou na terça-feira (23). Ministros defendem que, por se tratar de uma peça movida pelo presidente da República, a discussão seja feita no plenário da Corte.

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo