- Publicidade -
18.5 C
Brasília
- Publicidade -

GP do Azerbaijão marca volta de luta por vagas paralímpicas

Terá início na madrugada da próxima terça-feira (25) o Grand Prix de Baku (Azerbaijão) de judô paralímpico. Além de ser o penúltimo torneio qualificatório para os Jogos de Tóquio (o último será o GP de Warwick, em junho, na Inglaterra), a competição também marca o retorno dos atletas aos tatames após mais de um ano de interrupção das competições oficiais promovidas pela IBSA (sigla em inglês para Federação Internacional de Esportes para Cegos). As disputas classificatórias começam às 3h (horário de Brasília) e as finais às 8h30. A IBSA transmitirá todo o evento ao vivo.

O Brasil será representado por 13 atletas. “Estamos preparados, tivemos algumas fases de treinamento. Agora é colocar toda essa experiência ali dentro do tatame. É uma competição muito importante porque sentiremos novamente o quimono dos nossos adversários, além de ser classificatória para os Jogos”, disse o judoca Thiego Marques, que ainda busca uma vaga paralímpica na categoria até 60 kg, à Confederação Brasileira de Desportes de Deficientes Visuais (CBDV).

Thiego será um dos seis brasileiros em ação nesta terça. Também lutarão Giulia Pereira (na categoria até 48 kg), Maria Núbea Lins (até 52 kg), Karla Cardoso (até 52 kg), Lúcia Teixeira (até 57 kg) e Luan Pimentel (até 73 kg). Na quarta será a vez de Alana Maldonado (até 70 kg), Rebeca Silva (mais de 70 kg), Meg Emmerich (mais de 70 kg), Harlley Arruda (até 81 kg), Arthur Silva (até 90 kg), Antônio Tenório (até 100 kg) e Wilians Araújo (mais de 100 kg).

Fonte: Agência Brasil

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo