- Publicidade -
19 C
Brasília
- Publicidade -

Estudante que fez ‘homeschooling’ e foi aprovada na USP entra com pedido de liminar na Justiça

Elisa de Oliveira Flemer, de 17 anos, conquistou o 5º lugar no curso de engenharia civil da Escola Politécnica da USP, por meio do Sisu. Ela foi proibida pela Justiça de cursar faculdade por fazer ‘homeschooling’. Pedido de liminar foi protocolado na quarta-feira (28).

A estudante de Sorocaba (SP) que foi proibida pela justiça de cursar uma faculdade após fazer “homeschooling” entrou com um pedido de liminar para conseguir se matricular na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Elisa de Oliveira Flemer, de 17 anos, passou em 5º lugar no curso de engenharia civil da instituição.

De acordo com o advogado da jovem, Telêmaco Marrace, o pedido de liminar foi protocolado na última quarta-feira (28), na Vara da Infância e Juventude do Fórum Regional de Pinheiros, da Comarca de São Paulo.

O documento pede que a universidade permita que a jovem faça a matrícula no curso para não ela perder a vaga.

Caso não seja aprovado, o pedido também solicita que ela consiga fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) antes de completar 18 anos. A aplicação do Encceja estava previsto para 21 de abril, mas a data foi alterada para o dia 29 de agosto por causa da pandemia.

Ainda segundo o advogado, a família também vai recorrer da decisão do processo que proibiu a jovem de cursar uma faculdade sem o diploma em uma escola regular.

Comentários

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Continue Lendo